9 de jan de 2009

tô boba!!!

deu no Terra:

A Advocacia Geral da União entrou com uma ação pedindo a retirada de circulação da revista Rio For Partiers, que chama popozudas brasileiras de "máquinas de sexo" e classifica os bailes de carnaval como "atividades de semi-orgia". A ação foi movida a pedido da Embratur, que considerou que a publicação incentiva a prática de exploração sexual.

A publicação classifica as mulheres brasileiras em 4 tipos:

Britney Spears: filhinhas de papai, avessas a cantadas.
popozudas: máquinas de sexo, com as quais ir ao motel é sempre uma boa possibilidade.
hippie/raver: difíceis de beijar, mas fáceis de ir para a balada.
Balzac: se tratada como uma dama, retribuirá o companheiro tratando-o como um rei, talvez não hoje à noite, mas amanhã com certeza.

Segundo o procurador federal Marco Di Iulio, responsável pela causa, a publicação viola "um dos fundamentos do próprio Estado Democrático de Direito - a dignidade da pessoa humana, tendo em vista a exposição vexatória do povo brasileiro com o intuito de promover a exploração sexual".

Sinceramente? Foda-se a revista sem noção que ninguém lê. Quer algo ler algo realmente vexatório?

Professor de matemática é acusado de ter decepado o dedo de uma menina de 10 anos em uma escola municipal no Rio de Janeiro.


Mesmo que eu tentasse, não conseguiria descrever, é preciso assistir ao vídeo no Terra para tentar entender.

O engelheiro e poeta(!) Aliomar de Andrade Baleeiro Filho, o 'educador' acusado de agredir a menina, é filho de um ex-ministro do STF. A menina é filha de um servente.

Aliomar não compareu ontem à delegacia onde deveria prestar depoimento.

E a dignidade da pessoa humana, onde fica?

Quem souber mais sobre o caso da menina Lara, que teve o dedo decepado há 6 meses, conta pra gente: tyrannic.moderator@gmail.com

Nenhum comentário: