28 de dez de 2008

Não faz mal, não faz mal, limpa com jornal

Passou o Natal e aconteceram algumas coisas mesmo neste período natalino. Para você ver o Papai Noel (ou alguém vestido como ele) deu uma surtada básica e matou pelo menos 8 pessoas antes de suicidar-se.



Mas também falar o quê se além de patrocinar o Natal, chegamos ao cúmulo quando a Coca-Cola comprou até Jesus?

Antigamente a Nossa Senhora pegava o menino Jesus no colo. Agora o mundo está mudado. Maddona conheceu biblicamente Jesus depois de sentar no seu colo, inversão que não deixa de ser irônica. E profana, bem ao estilo da outrora material girl.

Sim, apesar da Cabala eu ainda acho que Madonna é bem material. E consumista. Mas não é mais garota apesar de estar super malhada para os seus 50 anos.

O pior deste Natal é voltar a trabalhar depois de 4 dias de folga e excessos. Eu gostaria de sumir como o Jesus brasileiro. O cara deve ter ascendido aos céus, ou pelo menos foi para Londres.

Alguns vão comer peru por mais alguns dias, outros não vão poder nem olhar um Panetone nos próximos meses. Muitos prefeririam ter ganho anti-ácido de presente neste Natal.






O quê eu estou fazendo aqui? Eu tô bem.
Hic! Tomei só duas tacinhas de champagne...


Termino este post com um comercial antigo (tão antigo que alguns leitores nem eram nascidos quando passou na TV) do extinto Banco Nacional - que foi comprado pelo Unibanco e que agora foi comprado pelo Itaú.

A música deste comercial já chegou a ser chamada - maldosamente - de o melô do sexo anal:
"Quero ver você não chorar, não olhar para trás, nem se arrepender do que faz"



Muito juízo, muita água e muito anti-ácido para quem precisa. Lembre-se que o ano termina em 3 dias mas a vida continua. Se a vida te der um limão faça uma limonada ou uma caipirinha/caipiroska.

E se der merda - e ainda por cima acabar o papel higiênico - sempre tem o jornal!


Nenhum comentário: